Saúde Pública, Saúde Privada, Programa Mais Médicos, Juramento de Hipócrates, Constituição Federal, população passando constrangimento, mortes, e Jalecos brancos nas ruas adquirindo bactérias. Falando sério. Por Fernando Claro

Falando sério.
A Presidenta Dilma Rousseff deu uma certeira tacada na Questão de Saúde Pública e por tabela atingiu a falta de qualidade nos Serviços de Saúde Privados.
Estamos vendo vários jalecos brancos adquirindo mais bactérias nas ruas sem que proponham e se obriguem concretamente a dar suas contribuições, seus argumentos contra o Programa MAIS MÉDICOS.  
Estão descontentes alguns e devem reivindicar. Correto e legítimo.
Contudo não vejo muita responsabilidade por parte das entidades representativas da classe em razão de aparecerem somente agora para sair bem na fita.
Ninguém leva em consideração nem informa que até 1988 o INPS, depois INSS, enfim o SUS, passou a ter obrigação de atender TODO O POVO BRASILEIRO, e não somente aqueles que tinham CTPS assinadas. Desta forma quase 100 milhões de brasileiros foram INCLUÍDOS para atendimento no SUS e isso não se resolve por toque de mágica. Lembram-se dessa exigência?! Algum jornal tradicional indica este dado?!
Ah! O SUS atende também TODOS OS TURISTAS ESTRANGEIROS QUE PRECISAM DE TRATAMENTO MÉDICO e o turismo brasileiro recebe milhares de milhões de pessoas de todos os continentes do mundo e lhes prestam socorro nas urgências e emergências através do SAMU. Os SAMUSEIROS conhecem bem esta realidade.   
Todos sabemos que a Saúde Pública é precária, quando não um caos, mas isso vem de longe. Em 1980, ainda no regime militar, acompanhei presencialmente as reivindicações dos médicos através dos Sindicatos, na luta para conquista de um piso salarial que representasse 10 salários mínimos.
A questão é complexa e creio que com o esforço dos profissionais da área de saúde teem competência para resolver.
É preciso cobrar dos Prefeitos, Governadores e Governo Federal.
Precisamos ficar de “Olho no Dinheiro”, através do Portal da Transparência, CGU, criados pelo Governo Federal, em 2005.  Controlemos  também pelas pastas dos executivos da Saúde, TCU, Polícia Federal.
Registre-se que Estados e Municípios não fizeram o Dever de Casa e muito ainda não disponibilizam estes dados quando é de suas obrigações fazê-lo!
A solução não é dinamitar o SUS para privatizá-lo como querem muitos, pois os Planos Privados estão jogando sujo com seus conveniados enchendo suas várias salas de recepção até que o paciente seja atendido 4 horas depois da chegada na recepção...
Não tenho notícias que estas zelosas entidades - que surgem de vez em quando - estejam denunciando esta MERCANTILIZAÇÃO DA SAÚDE, o que nos faz pensar que estes Atendimentos de Emergência e Urgência Privados não são denunciados, porque um número grande da classe médica - com honrosas exceções - está imobilizado e refém com este estado de coisas.
Se não entenderam o que escrevi, eu posso desenhar fornecer endereços que tenho aqui em várias manchetes de jornais, posso declinar o CNPJ destas Pessoas Jurídicas, CEP, a rua e o número destes Serviços de Saúde que nos custam desgraçadamente os olhos da cara, enfim através de preços extorsivos.
É hora de todos mantermos a sabedoria, um espírito cívico e patriota – lembrarmos do Juramento de Hipócrates e da Constituição Brasileira - e nos impor uma extrema responsabilidade e urgente compromisso com o Brasil para não deixar este povo sofrer e morrer todos os dias e a cada segundo como temos assistido nos jornais televisivos e impressos. 
Muita calma nesta hora, pois o povo não agüenta mais, e não tem mais o que dar, pois tudo já lhe foi sugado!

Fernando Claro Dias.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Umberto Eco: 14 lições para identificar o neofascismo e o fascismo eterno | GGN | O CLARO: A Revista Samuel reproduz o texto de Umberto Eco Ur-Fascismo, produzido originalmente para uma conferência proferida na Universidade Columbia, em abril de 1995...

'Risco de economia permanecer estagnada é visível a olho nu', diz presidente do IBGE - 05/12/2016 - Mercado - Folha de S.Paulo | O CLARO: Triste ver nosso país indo pro buraco!

Lei que pune homofobia em SP já aplicou cem advertências e 15 multas - 07/11/2016 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo