ORIGEM DA PRIVATARIA TUCANA COMEÇOU NA REELEIÇÃO DE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO?


UM GOLPE CONTRA A CONSTITUIÇÃO E CONTRA O PATRIMÔNIO PÚBLICO

A Privataria tucana e a reeleição de FHC do sob o viés jurídico-constitucional de um dos maiores juristas do Brasil:
" De último, dentre 20 emendas à Constituição encaminhadas por este Governo, houve uma que com absoluto desdém, sem nenhum escrúpulo, sem nenhum vestígio de civismo, estabeleceu a renovação do mandato presidencial. Para fazê-la passar, abriram-se as arcas do Tesouro, aquinhoando com prebendas clientelistas a deputação súdita que o Poder domestica, compra e alicia no balcão do mercado político.

É por tais expedientes que se constituem as maiorias improvisadas, as maiorias de ocasião, contumazes no tráfico parlamentar com essa mercadoria que se lhes afigura de ínfimo preço, ou seja, a Constituição da República. Dos cofres e das bolsas do status quo presidencial, jorram a sangria econômica da Nação, bilhões de reais de socorro a banqueiros (Proer) supostamente falidos bem como empréstimos milionários, generosos e fáceis, concedidos a empresas cuja idoneidade a imprensa questiona a cada passo..." Paulo Bonavides, Do país constitucional ao país neocolonial, editora Malheiros, 2ª edição, 2011
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

ConJur - Supremo deve buscar a invisibilidade política | O CLARO: "a história cobra um preço alto para quem quer fazer experimentalismo generalizado, especialmente a partir da entidade que deveria servir como guardião das instituições e dos princípios estruturantes previstos na Constituição."

Ex-membro do Comité Central do Partido Comunista do Vietname detido por corrupção | O CLARO: Um Revolucionário não se deixa corromper e acusação de corrupção deve ser cabalmente provada.

Justiça solta diretor da Dersa, acusado de desvios em obras durante governos tucanos em SP | Revista Fórum | O CLARO: Operação Pedra No Caminho atinge em cheio candidatura do tucano Geraldo Alckimin do PSDB-SP em 2018